Tel: (11) 976360100

Email: contato@stopcancerbr.com

Aviso Legal: As informações contidas nesse site são de caráter informativo e não representam conselho medico,  sugestão de tratamento, nem substituem o tratamento medico.

© 2017 por Stopcancer.br

"Que seu remédio seja seu alimento, e que seu alimento seja seu remédio"

Hipócrates

 

A fim de curar o câncer, a dieta será a principal via de recuperação e você precisa fazer mudanças radicais em sua dieta e estilo de vida agora. E você precisa estar preparado para manter esse estilo de vida pelo resto da vida. Haverá um momento no tempo, uma vez que você estiver em remissão e tiver sua saúde de volta, que, é claro, você pode sair e desfrutar de uma “comida recreativa” eventualmente.

Mas, por enquanto, não faça exceções; porque fazer exceções pode se tornar um declive escorregadio e perigoso para a sua total recuperação. 

Existem muitas dietas que podem ser implantadas na recuperação do Cancer, o importante é saber o que impacta cada um, ter um plano individualizado.

 

Dizer que a dieta cetogenica, ou a dieta crudivora, é a dieta ideal é ter um olhar simplista e reducionista para o problema. Cada paciente é único, e portanto a dieta deve ser um plano muito serio e individualizado, levando em conta aspectos integralizados, conversando com as outras áreas, e ser implantada com prazer e sem stress, dentro das possibilidades do paciente. É fundamental ter um nutricionista oncológico afinado com a visão metabólica e que trabalhe conjuntamente com os outros profissionais, e que enfoque numa estratégia anti-inflamatória respeitando a individualidade biológica de cada paciente. 

Mas uma coisa é certa: uma das maiores fontes de câncer é a Dieta. Precisamos estar cientes do que pode estar nos alimentos que estamos comendo. Especialmente  de coisas como frituras, ácidos graxos trans e óleos hidrogenados, que foram relacionados com causas de câncer. Estudos mostram que há um perigo com corantes alimentares artificiais derivados do petróleo. Esses corantes são encontrados em milhares de alimentos, especialmente produtos destinados a crianças - doces, lanches, cereais matinais, bebidas, vitaminas e muito mais. Até mesmo frutas frescas são suspeitas. Na verdade, a laranja “saudável” que você está comendo pode ter sido tingida para parecer mais brilhante e atraente. Corantes como Vermelho 40, Amarelo 5 e Amarelo 6 contêm benzidina, que é um componente do cianeto. A benzidina é um carcinógeno humano e animal permitido em níveis baixos, presumivelmente seguros, em corantes. Mais de 30 anos atrás, a FDA afirmou que a ingestão de benzidina livre aumenta o risco de câncer para apenas sob o limiar de "preocupação" (um caso de câncer em 1 milhão de pessoas). A benzidina ligada foi detectada em corantes em quantidades muito maiores do que a benzidina livre, mas os testes de rotina da FDA medem apenas contaminantes livres, ignorando a variedade ligada. As enzimas intestinais liberam benzina ligada, de modo que a maioria das pessoas provavelmente está exposta a quantidades significativamente maiores de carcinogênicos do que os testes de rotina da FDA indicam.  Mas os corantes alimentares estão longe de ser o único perigo para a sua saúde. “É muito importante que você saiba se há antibióticos em seus alimentos ou hormônios de drogas em sua alimentação, e todos podem ter efeitos muito prejudiciais à sua saúde. E isso não quer dizer que você não precisa se preocupar com vegetais. Há um enorme problema com o herbicida glifosato neste país, que é um químico muito perigoso e uma neurotoxina muito perigosa que interfere na maneira como o nosso corpo está trabalhando.

Confira aqui o PDF sobre a Dieta Gerson